Música regressa aos seis órgãos da Basílica de Mafra

O III Festival Internacional de Órgão de Mafra promoveu o regresso da música à Basílica do Palácio Nacional de Mafra, com a realização de dois singulares concertos, em que o seu conjunto organístico, único no mundo, voltou a soar, após a intervenção de manutenção a que esteve sujeito.

O concerto de sábado (4 de maio de 2019), intitulado “O renascer de uma obra”, contou com a participação do coro Voces Caelestes, e dos organistas Daniela Moreira, Diogo Rato Pombo, Inês Machado, João Vaz, Margarida Oliveira e Sérgio Silva, sob a direção de Sérgio Fontão e foram interpretados um manuscrito do século XVIII e trechos para seis órgãos e cantochão, compostos especificamente para este conjunto.

No domingo (5 de maio de 2019), o concerto esteve a cargo dos organistas André Ferreira, Daniela Moreira, David Paccetti Correia, Diogo Rato Pombo, Margarida Oliveira e Sérgio Silva que interpretaram obras da autoria Marc-Antoine Charpentier, David Paccetti Correia, Justin Chaudron, Johann Sebastian Bach, Gian Domenico Cattenacci, Jean Baptiste Lully, Remo Giazotto, Dieterich Buxtehude, Marcos Portugal, e a Sinfonia para a Real Basílica de Mafra de António Leal Moreira, considerada como o “Hino” dos seis órgãos de Mafra.

Na sexta-feira anterior (3 de maio de 2019), a Igreja da Encarnação recebeu a organista Aurore Baal, vencedora do Prémio ECHO em 2017, que interpretou um programa de concerto dedicado a Nossa Senhora sob o mote “Ave maris stella” tocando obras de compositores dos séculos XVI a XVIII.

O III Festival Internacional de Órgão de Mafra regressa com três concertos, às 21h30, no dia 10 de maio, na Igreja de Santo André, em Mafra, no dia 11 na Igreja de Nossa Senhora do Livramento e no dia 12 na Basílica do Palácio Nacional de Mafra.

A intervenção de manutenção e conservação dos seis órgãos da Basílica do Palácio Nacional de Mafra resultou de um acordo de colaboração entre a Câmara Municipal de Mafra e a Direção Geral do Património Cultural, tendo a Autarquia assumido a totalidade dos encargos financeiros.

III Festival Internacional de Órgão de Mafra - Concerto a 6 órgãos e 3 coros na Basílica do Palácio Nacional de Mafra